Desabamento do Morro da Forca era previsível, diz prefeito de Ouro Preto

Segundo o prefeito Angelo Oswaldo, desde quarta-feira (12) a Defesa Civil já havia interditado o entorno e as duas casas que foram destruídas já estavam interditadas há anos

RBA – O desabamento do Morro da Forca sobre casarões centenários em Ouro Preto nesta quinta-feira (13) é um “desastre tremendo” , mas previsível, segundo afirmou o prefeito da cidade histórica de Minas Gerais, Angelo Oswaldo. “Desde ontem, a Defesa Civil já havia interditado o entorno e as duas casas que foram destruídas já estão interditadas há muitos anos, até porque a área apresentava um risco enorme e isso já era, de certa forma, previsível”, disse à Rádio Itatiaia.

Segundo Oswaldo, técnicos da secretaria municipal de obras discutem com equipes de geólogos da Escola de Minas as providências que podem ser tomadas. “Não pode haver a remoção imediata da terra que deslizou, porque pode descer ainda mais. Pedimos o apoio de toda a população para que não circule na área. Quem puder evitar vir, quem tiver carro e quiser vir até o centro, que tenha calma, que espere um pouco, para que não tenhamos um grande engarrafamento”, disse o prefeito.

Por causa do desabamento, várias ruas no entorno estão interditadas. Estão interditadas.

“Felizmente, não houve vítimas. Precisamos de tranquilidade para enfrentar esses problemas e não só aqui no Morro da Forca, mas em outros pontos. Com a diminuição das chuvas, podemos tomar providências de remoção de terras deslizadas, mas isso tem que ser feito com acompanhamento geotécnico”.

Ouro Preto em situação de emergência

O prefeito disse ainda que já acionou o governo de Minas Gerais e o governo federal, pedindo a desobstrução das estradas. A prefeitura de Mariana já liberou acessos entre as duas cidades históricas. Equipes trabalham para liberar a rodovia dos Inconfidentes e a BR-040.

Ouro Preto é um dos 341 municípios em situação de emergência após as fortes chuvas que atingiram Minas Gerais nos últimos dias. De acordo com a Defesa Civil, dois imóveis tiveram a estrutura comprometida e as saídas foram isoladas em 500 metros nos dois sentidos.

De acordo com o o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, moradores e trabalhadores nas proximidades do local do desabamento em Ouro Preto foram evacuados preventivamente porque ainda há uma instabilidade do talude. Se houver outro desmoronamento, há a possibilidade de um hotel e um restaurante serem atingidos.

Assista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: