Renúncia coletiva na Capes atinge ao menos 52 pesquisadores que atuam em avaliação

Cientistas das áreas de Matemática e Física afirmam que instituição não tem se empenhado em defender avaliação que foi paralisada pela Justiça

247 – Cinquenta e dois pesquisadores da área de Matemática, Probabilidade e Estatística, e da área de Física da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes) renunciaram coletivamente aos cargos.

Em duas cartas, os pesquisadores acusam a Capes de não respaldar o trabalho de avaliação desempenhado por eles e criticam a presidência da instituição por não defender a Avaliação Quadrienal da pós-graduação, suspensa por decisão judicial em setembro.

Segundo ojornal O Globo, seis coordenadores das áreas têm mandato de quatro anos, enquanto os outros 46 pesquisadores, que atuam como consultores ad hoc na avaliação quadrienal assessorando os coordenadores enquanto dura o processo, também saem de suas funções. Desses assessores, 28 são da Matemática e 18 da Física.

A crise na Capes acontece poucas semanas após 33 servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) , ligado ao Ministério da Educação e responsável pela execução do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), também apresentarem um pedido de demissão coletiva.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: