Após 13 anos da morte de Eloá, internautas relembram irresponsabilidade de Sônia Abrão na cobertura “abutre” do sequestro

Os internautas ainda destacam que Sônia nunca foi responsabilizada pelos seus atos. O nome Eloá é um dos assuntos mais comentados do Twitter

247 – Nesta quinta-feira (14) completam-se 13 anos que a jovem Eloá Cristina foi assassinada, aos 15 anos, após ser mantida refém por mais de 100 horas pelo seu ex-namorado Lindemberg Fernandes Alves, de 22.

O nome Eloá é um dos assuntos mais comentados do Twitter, assim como o da apresentadora Sônia Abrão, que promoveu uma cobertura “abutre” do sequestro. Internautas relembraram que, focada na audiência, ela expôs a jovem e atrapalhou a polícia no desfecho do caso, dando ao sequestrador pistas dos próximos passos dos agentes.

Ela também chegou ao ponto de mediar as negociações com o sequestrador. Os internautas ainda destacam que Sônia nunca foi responsabilizada pelos seus atos.

Veja:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s