ONU exigirá comprovante de vacinação contra Covid para Assembleia Geral, que terá discurso de Bolsonaro

Jair Bolsonaro, no entanto, ainda não foi vacinado. Por várias vezes ele já disse que será o último dos brasileiros a ser imunizado, além de colocar em dúvida a segurança e eficácia dos imunizantes

247 – A Organização das Nações Unidas (ONU) comunicou nesta quarta-feira (15) aos diplomatas do mundo todo que exigirá comprovante de vacinação contra Covid-19 para o acesso ao plenário onde ocorrerá a 76ª Assembleia Geral da entidade, marcada para semana que vem.

Jair Bolsonaro, que desde o surgimento das vacinas coloca em dúvida a eficácia e a segurança dos imunizantes e que tem dito que será o último dos brasileiros a receber a substância, planeja participar do fórum, que acontecerá em Nova York. Tradicionalmente, o Brasil fica encarregado de fazer o discurso de abertura do debate.

O presidente da Assembleia Geral, Abdullah Shahid, informou que recebeu duas cartas da prefeitura de Nova York, pelas quais foi comunicado que “a prova de vacinação é exigida para certas atividades em ambientes internos, incluindo a sede das Nações Unidas. Consequentemente, a prova de vacinação deveria ser exigida para permitir a entrada no salão da Assembleia Geral”.

“Eu apoio fortemente essa medida como um importante passo no nosso retorno a uma Assembleia Geral totalmente funcional”, disse Shahid. Ele não deixou claro, no entanto, se os chefes de Estado também serão submetidos à exigência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s