Voto impresso é muito melhor que o eletrônico. Pelo menos pra mim

Já pensou o trabalho que vai dar fraudar um sistema eletrônico? Tem que adulterar o código-fonte e driblar a criptografia de 500 mil urnas. Complicado pra dedéu. Mas trocar papelzinho é moleza. Ainda mais que as milícias vão ajudar muito nisso daí

Por José Roberto Torero

A julgar pelos resultados em Tóquio, eleição exige cuidados. Isaquias chega em primeiro e faz “L” de Lula. O capitão da seleção de futebol ganha ouro e usa o número 13. Pra mim só sobrou o Mauricio, da seleção de vôlei, que nem bronze ganhou.

Diário, hoje estou em Santa Catarina. Vim aqui fazer mais um motomício com verba pública. Trouxe o Silas Malafaia, que pediu golpe militar, e falei com o Luciano Hang, que me pediu pra trocar o nome do estado para Havanlândia. Vou ver se consigo uma dessas duas coisas.

Ontem, numa confraternização desmascarada com empresários em Joinville, chamei o ministro Barroso de f!%@ da p%!@. E um cara que filmou isso no celular botou na rede. Como diz aquela moça da internet: “É de bom tom? Não, não é”. Mas vai dar problema? Não, não vai. É que os meus torcedores gostam de coisas desse tipo: palavrão, revólver, golden shower, música sertaneja. E eu acho o Barroso isso daí mesmo. Como é que eu vou gostar de um cara que vai contra o voto impresso? Ele quer é atrapalhar a minha vida.

Porque a verdade verdadeira é a seguinte, Diário: o voto impresso é muito melhor que o eletrônico. Pelo menos pra mim. Já pensou o trabalho que vai dar fraudar um sistema eletrônico? Tem que adulterar o código-fonte e driblar a criptografia de 500 mil urnas. Complicado pra dedéu.

Mas trocar papelzinho é moleza. Ainda mais que as milícias vão ajudar muito nisso daí. É só imaginar como vai ser a contagem manual lá em Rio das Pedras. E tem Rio das Pedras pelo Brasil todo.

E, na nova versão do projeto do voto impresso, o relator Filipe Barros (PSL-PR) transformou as urnas eletrônicas em meros equipamentos de registro de voto. As cédulas de papel é que passam a ser o mecanismo oficial de apuração das eleições.

Tomara que ninguém lembre que em 1993 eu pedia voto eletrônico. Até falei assim sobre o voto impresso: “Sabe o que vai acontecer? Os militares terão trinta mil votos e só serão computados três mil”. Mas hoje eu digo o contrário. Aliás, minha especialidade é me desdizer. Por exemplo, no passado eu disse que o Centrão “é o que há pior no Brasil”. Hoje eu digo: “eu sou o Centrão”.

Mudando de assunto, o dia na Olimpíada está péssimo. O Isaquias chega em primeiro e faz “L” de Lula. O capitão da seleção de futebol ganha ouro e usa o número 13. Pra mim só sobrou o Mauricio, da seleção de vôlei, que nem bronze ganhou.

Via Rede Brasil Atual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s