É proibido crente se filiar a partido de esquerda, diz pastor ao expulsar membro do PCdoB

Pastor Elias Cardoso, da Assembleia de Deus, disse que quem quiser se filiar a sigla de esquerda “tem que pedir baixa”. Para ele, pessoas filiadas a partidos de esquerda não cabem na igreja evangélica, isso é um dos fatores que põem em risco o estado laico do Brasil e fazem acordão com amigos tipo “CPF cancelado”.

Com Brasil de Fato

O pastor Elias Cardoso, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, afirmou a centenas de fieis no último final de semana, durante celebração de culto em templo em São Paulo, que “é proibido crente se filiar a partido de esquerda”. PT, PSOL e PCdoB foram algumas das legendas citadas pelo religioso, que disse ainda que aquele que se afiliar a alguma delas, tem que “pedir baixa da igreja”. Juro que nunca imaginei na vida vê ato como este no Brasil e nada ser feito pra ser combatido, o projeto de poder dos fundamentalistas evangélicos seguem firme com sociedade fechando totalmente seus olhos.

Assista abaixo.

O pastor é presidente da Convenção Nacional das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus Ministério de Perus no Brasil e Igrejas Filiadas, afirmou ainda que os fiéis que se filiam a partidos de esquerda devem ser expulsos, por fazerem aliança com os “ímpios” (desumanos). Desumano é excitar o ódio, é obrigar fiéis doarem 10% dos seus salários, desumano é achar que todos os diferentes são pecadores enquanto os seus fazem coisas piores, mas por serem crentes estão ou serão salvos.

O líder religioso não ficou apenas nas palavras, e efetivamente expulsou da congregação o jornalista e ex-candidato a prefeito de Porto Velho (RO) pelo PCdoB, Samuel Costa, que protestou em suas redes sociais:

É espantoso ver tamanha ignorância vindo de um líder religioso e espiritual. Jesus veio pra salvar a humanidade e jamais fez qualquer tipo de discriminação. Ficamos magoados em saber que alguns líderes da IEAD ainda tenham tamanho preconceito com quem defende uma melhor qualidade de vida para todos sem distinção. Esse tipo de pessoa não é diferente dos racistas, homofóbicos e até machistas que ficam escondidos nos armários.

Tenho minha fé em Deus, mas jamais vou me permitir ser alienado por quem quer que seja. Entendo que o templo é um lugar para adoração a Deus e não para ser palanque político. Espero que o eminente Pastor Dr. Elias reveja seus conceitos errôneos e equivocados. Deus é amor!

Pessoalmente já fico imaginando os ministros do STF com a cara enfiada pra baixo tendo que orar para Bolsonaro antes das sessões com a chegada do “terrivelmente evangélico” André Gonçalves, indicado oficialmente a vaga de Marco Aurélio na vaga do STF (Supremo Tribunal Federal) que finge não vê o Brasil deixando de lado o estado laico. Com a palavra a votação da sabatina na CCJ do Senado antes da votação final. Só fico imaginado é na questão educação de como deve ser um estudante católico estudar numa faculdade evangélica ou vice-versa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s