Osmar Terra culpa STF, governadores e isolamento social pelas 500 mil mortes

O chefe do Gabinete Paralelo do governo Bolsonaro na pandemia, deputado Osmar Terra, fez uma defesa aberta do negacionismo e na abertura de seu depoimento na CPI do Senado e acusou o STF, os governadores e o isolamento social pelas 500 mil mortes

247 – O deputado Osmar Terra (MDB-RS) fez um discurso negacionista e agressivo na abertura de seu depoimento na CPI da Covid no Senado e acusou o Supremo Tribunal Federal (STF), os governadores e o isolamento social pelas 500 mil mortes na pandemia da Covid-19. O objetivo de Terra foi isentar Bolsonaro: “Nosso presidente não teve poder de fazer nada na pandemia”.

O deputado, que foi o braço-direito de Bolsonaro no Gabinete Paralelo da pandemia, defendeu abertamente a imunidade de rebanho, tese contestada por toda comunidade científica mundial: “É como terminam todas as pandemias, por vacina ou não, pelo contágio que o vírus causa chega num percentual que termina com a pandemia”.

Ele repetiu a narrativa de Jair Bolsonaro e afirmou falsamente que o STF teria restringido a ação presidencial -a decisão da Corte sobre a pandemia foi a de “responsabilidade concorrente” das diversas esferas de poder.

Ele defendeu a tese bolsonarista de que a economia deveria funcionar normalmente durante a crise e criticou o isolamento social: “Eu afirmei que a pandemia estava sendo pautada pelo medo”.

Assista à CPI pela TV 247:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s