Senado aprova texto-base da MP da Eletrobras por 42 a 37

O Senado aprovou o texto-base da medida provisória de privatização da Eletrobras, apesar de ser esdrúxula a privatização, se foi apertada ou não, o fato é que a privatização está passando muitas incertezas aos usuários, funcionários e parceiros da estatal

Por Redação

O projeto foi aprovado por margem mínima na tarde dessa quinta-feira 17, foram  42 votos que o governo precisava. Trinta e sete senadores votaram contrariamente. A aprovação apertada já era esperada pelos governistas como também pela sociedade que por ficarem atentos a CPI da Covid  tornaram-se cegos com a passada da boiada.

Segundo apurou o Brasil 247, a privatização da Eletrobras pode aumentar a conta de energia em mais de 16% e apontou nove motivos da venda da estatal mais importante para o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

A estatal é lucrativa e representa 30% da geração de energia elétrica do Brasil, A medida é “um crime contra a nação”, segundo a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT). “A energia produzida pelas grandes hidrelétricas cujo investimento os brasileiros já pagaram vai ser privatizada. Vamos pagar outra vez essa energia em nossas contas de luz”, disse ela no Facebook.

Foto da Agência Senado

Com DCM/247

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s