Jogadores do Brasil pedem para não jogar Copa América, diz rádio

A informação diz que uma reunião durante o treino no Beira-Rio, em Porto Alegre, os atletas que jogam na Europa fizeram o pedido de não disputar o torneio, sendo assim é bom saber que nem todos os jogadores são mercenários, alguns pensam com os olhos vidrados no povo brasileiro que sofre os efeitos da pandemia.

Com Metrópoles

Jogadores da Seleção Brasileira discutiram com o técnico Tite e a diretoria da CBF sobre a participação na Copa América, que será realizada no Brasil. De acordo com a Rádio Gaúcha, os jogadores que atuam na Europa pediram para não participar da competição.

Durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (3/6), Tite confirmou as discussões, mas não quis se aprofundar no assunto. O técnico pediu foco no jogo desta sexta-feira (4/6) contra o Equador, válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.

“Temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual a nossa opinião. Depois, pedimos aos atletas para focarem apenas no jogo contra o Equador. Na sequência, solicitaram uma conversa direta ao presidente. Foi uma conversa muito clara, direta. A partir daí, a posição dos atletas também ficou clara. Temos uma posição, mas não vamos externar isso agora. Temos uma prioridade agora de jogar bem e ganhar o jogo contra o Equador. Entendemos que depois dessa Data Fifa as situações vão ficar claras. Depois desses dois jogos, vou externar a minha posição”, afirmou o treinador.

A Copa América no Brasil vem sendo alvo de muita mobilização entre os brasileiros. Nas redes sociais, muitos criticam a escolha do país como sede do torneio em meio ao quadro grave da pandemia do novo coronavírus no Brasil, que já se aproxima de 470 mil mortos em decorrência da doença.

Enquanto isso, a Seleção Brasileira disputa as Eliminatórias. Nesta sexta-feira (4/6), enfrenta o Equador às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Vale ressaltar que o Brasil contabiliza 469.784 óbitos e 16.801.102 casos, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa com informações das secretarias de Saúde. Foram 2.082 mortos registrados em 24 horas.

Com Metrópoles/G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s